08/12/09

O fim....mas antes...uns recadinhos!


 Como não poderia deixar de ser, o fim tinha de ter um pano de fundo clássico. Daqueles dramalhões impossiveis, um avião a descolar, promessas para todo o sempre esvaídas numa núvem de fumo cinzenta. Isto começa bem....

Pois é, como tudo na vida, este blog tem um final, não muito feliz diga-se de passagem pois vai fechar. Ainda fiquei muito admirado pelo tempo que demorou. Eu nunca fui um rapaz de diários, sempre achei muito engraçado essas coisas de escrever o dia-a-dia mas depois fartava-me com rapidez. 

Este blog que fez um aninho em Novembro, trouxe algumas criticas, histórias ou simplesmente noticias; espero que tenha sido de algum modo divertido, simpático e informativo.

Vamos agora para os recadinhos. Pensavam que eu ia me embora sem mandar as minhas ultimas recomendações??? Enganaram-se!!! 


1. Amigos, organizem-se! 

Já não paciência para as organizações que são radicais. Se é associação de defesa do bacalhau, porque manda abaixo a sardinha e a chaputa. Pessoal, estamos a dias de 2010!!!! O tempo de andar a cavalo cuma espada na mão já era. 

As Organizações ditas gays tem que, quanto a mim, levar uma volta radical. Criar uma aproximação ao publico heterossexual evitando o "orgulhosamente só no gueto". Também não nos podemos esquecer de um entrusamento real entre elas.

O caminho para a aceitação por parte da sociedade é longo, lento e parte de cada um de nós e das nossas atitudes. Claro que não nos podemos anular, mas a liberdade do outro começa quando acaba a nossa.

Acabar com os Lobbys. Todos se queixam que os grupos de interesse são os papões da sociedade, mas quando um grupo de pessoas se junta com interesses comuns, tem o interesse de, ele proprio ser um grupo desses. Será intrinseco ao Ser Humano?

Quando uma vez participei numa actividade de um grupo dito gay, reparei que havia como que um partido politico instituido, criado pelas elites e pelas " pessoas cassete". Esses viviam em roda das elites pensantes e seguiam à risca o código. Desculpem-me as demais associações, mas foi essa ausencia de democratização de atitudes e conceitos que eu denotei na altura. 


2. Arraiais e outros que tais

Eh pah eu peço encarecidamente, tentem ver filmes, ir ao estrangeiro, eh pah qualquer coisa mas que tentem melhorar essas actividades, mas substancialmente. 

Eu sei que os tempos são adversos, a participação social é fraca, mas eu tenho um pouco esta postura: se vou fazer pinderiquisses, não faço. Eu tenho lá o meu nome metido e eu sinto que vale até alguma coisa. 

Todos os anos é sempre a mesma coisa, actividades 0, O espaço louge era uma tenda armada, confesso que me deu vontade de rir. Os momentos de humor deixaram-me profundamente triste...Nos as "bichas" temos tanto jeito para fazer rir...não custa!!!! 

Em suma Trabalho, esforço e qualidade...custa?


3. Governos & Ca Lda

Eu desde miudo que já não vou em histórias da carochinha. O Lobo bem pode soprar que a minha barraca nao abana, passa-me tudo um pouco ao lado. Escusado será dizer que já está na hora de aprovar os casamentos entre pessoas do mesmo sexo. 

Se veem com a história do casamento para proteger os filhos como disse o Senhor aspirante a Rei, deixem-me já tocar à minha vizinha da frente e obriga-la a divorciar-se, ela não tem filhos!!!!

Que vergonha!!

Já não vou falar das condições sociais em que este país conseguiu sobterrar-se, a falta de qualidade politica, arrisco dizer a nível europeu. Não vale apena tocas nos interesses instalados, que refastelados veem um país que até podia ser bem jeitoso, a apodrecer não só economicamente como socialmente. Talvez mais importante é o corte da raíz do pensamento como outrora alguem disse, matar por dentro os cidadãos, nas suas esperanças no futuro, criatividade, preseverança e capacidade de lutar por um país melhor, justo e coeso. 

Navegamos num marasmo social. Tudo parece não valer a pena e dar muito trabalho. Quando pensamos em seja que for, a primeira ideia que vem logo à cabeça, é a desistência.

Nos Media pelo que vejo o marasmo é total. Vive-se dependente de uma economia que paga o que se lê. Não sou eu que o digo, leiam a revista Sábado da semana passada. Alguns especialistas americanos estão a afirmar que para garantir uma comunicação social realmente isenta e independente poderá ser o próprio estado a garantir isso (essa também não é ideia minha, é do eixo do mal da sic, também da semana passada). 

Os programas apresentados, mostram uma falta de interesse e de qualidade. Mais parece uma ração diária para a engorda.


E aqui me fico. Não imaginam como me sinto mais aliviado! Não seu porque guardei isto tudo este ano todo com medo de não sei o quê. Como também é o ultimo post é para arrebentar com tudo. 

Obrigado a todos os amigos, ajudantes, leitores, enfim todos! Um grande obrigado ao meu Co-autor Peter, que sei que posso sempre contar com ele, para todas as alturas: as boas e más. 

Pessoal até sempre!


5 comentários:

  1. Vais-te embora?!
    não....
    gosto tanto de-te ler!!!!
    Reconsidera, 'tá?!

    Beijinhos e porta-te mal!! ;)

    ResponderEliminar
  2. Snif Snif

    Beijinhoooooos.

    Carla

    ResponderEliminar
  3. lol podes contar comigo sempre claro... quanto mais não seja para te dizer k assassinaste séculos de língua portuguesa em meia dúzia de linhas :p

    Agora a serio, tenho pena que termine mas também já não tinha paciência. Quando chegamos à conclusão que quem lê só acha piada às notícias com sangue, então não vale muito a pena escrever...

    Mas olha, é sazonal... quem sabe não voltaremos numa outra estação

    ResponderEliminar
  4. Amigo: Feliz Natal!!
    Quero voltar a ler-te em breve!! ;D

    Beijinhos e porta-te mal!! ;)

    ResponderEliminar
  5. hey, blog fixe. Criei um blog sobre Cinema Gay. Se quiseres visita :P Se te interessar coloca-me na lista de amigos, retribuirei o favor :)
    www.cinema-gay.blogspot.com

    ResponderEliminar